288 online
Antonio Aury de Macêdo Torquato Ver Perfil
Nasceu a 27 Dezembro 1963
(Lavras da Mangabeira - Ceará)

Médico, neto do Poeta Lobo Manso, Sobrinho dos poetas Joaryvar Macêdo e Zito Lobo de Macêdo, este último pai do Poeta Dimas Macedo "O Príncipe dos Poetas Cearenses" e parente de tantos outros ligados à poesia, genealogia, artes e cultura! Vivo com mania de felicidade!
 
Quarta carta ao primo Waldir(Francisco Pinto de Macedo)

I
Meu primo e poeta Waldir
Eu já não suporto mais
Estes homens do congresso
Parando o nosso progresso
Só sei que eles vão prá frente
E deixam O POVO prá trás!

!!
Meu primo e poeta Waldir
Eu não acredito mais
Nestes falantes congressuais
Eles não defendem o povo
Vou falar isto de novo:
Mas defendem o satanás
III
Meu primo e poeta Waldir
Eu até não durmo mais
Com falsas falas empresariais
Roubam nossa previdência
Fazem de sã consciência
São amantes de Barrabás!
IV

Meu primo e poeta Waldir
Eu me sinto um incapaz
Mas penso meu bom rapaz
Que tudo isto começou
Foi no dia que se trocou
Jesus por um tal de Barrabás!


Seguinte
Clique se gosta
Guardar nos seus Favoritos
Comentar
Rating
1
Visto
6